Alpha lipoic acid 250mg – 60 cápsulas – Now - Nutribio

Alpha lipoic acid 250mg – 60 cápsulas – Now – Nutribio
phone  +351 253 087 021AjudaMInha conta

Alpha lipoic acid 250mg – 60 cápsulas – Now

(2 avaliações de clientes)

27.36

– Diabetes (Controlo da Glicémia)
– Acção Antioxidante de Alta Potência
– Reforçar a Memória de Curto Prazo e Longo Prazo

Se comprar este produto irá ganhar 27 NutriPoints!
- Controlo da Glicémia: diminui a resistência insulínica em diabéticos
- Ajuda a regular o açúcar no sangue prevenindo a neuropatia diabética
- Útil noutras complicações diabéticas, incluindo danos neurológicos e catarata
- Ação antioxidante de alta potência
- Tem capacidade regeneradora sobre as vitaminas C e E
- Protege o organismo do stress oxidativo
- Fórmula vegetar

A estrutura do Ácido Alfa-Lipóico (AAL) confere-lhe propriedades únicas: permite que actue em meio lipo e hidrossolúvel, protegendo todo o organismo do stress oxidativo, potencia a acção e conservação de outros antioxidantes, como a Vitamina C e a Vitamina E e permite-lhe ligar-se aos iões livres formando quelatos. Por todas estas razões, o AAL é um dos antioxidantes mais eficazes no combate aos radicais livres, ou mesmo o antioxidante universal, devido a sua capacidade de combater os radicais livres tanto em meio lipídico como em meio aquoso, tais como a pele e os músculos, pois o mesmo é solúvel tanto na água quanto na gordura. 

O AAL aumenta o fluxo sanguíneo para os nervos e melhora a condução dos impulsos nervosos, sendo indicado no tratamento de problemas neurológicos – como dormências e formigueiros – de qualquer origem, não apenas os decorrentes da diabetes. O AAL é uma coenzima antioxidante muito eficaz, pois além de combater os radicais livres, ele regenera os tecidos lesados. Além disso o AAL auxilia nos efeitos de desenvolvimento de massa muscular. Actualmente, este ácido actua sinérgicamente incrementando outros antioxidantes tornando-os mais potentes. 

O AAL diminui as concentrações de Lactato (Ácido láctico) e de piruvato (Ácido pirúvico) no soro sanguíneo, além de melhorar a eficácia da glicose na perda de peso em pacientes obesos com diabetes do tipo 2. 

O Ácido lipóico é o único nutriente que demonstrou grande eficácia na redução da glicose. A capacidade do AAL melhorar a redução da glicose é um efeito muito importante e que pode melhorar a distribuição de outros nutrientes. Imitando a insulina, este ácido aumenta a captura de glicose, pelas células musculares, em 65%. O estímulo deste transporte de glicose é realizado através da participação do Ácido lipóico na insulina. O Ácido lipóico provoca uma mudança ascendente na curva glicose-insulina dose-resposta. Esta é uma importante função que pode melhorar a captura de nutrientes pelas células musculares e circulação de proteínas. 

Uma das indicações básicas do AAL é no tratamento de lesões neurológicas, inclusive a neuropatia diabética, uma complicação tardia da diabetes
que provoca dor e perda da sensibilidade dos membros. Para os diabéticos insulino-dependentes e não-insulino-dependentes o AAL é usado há mais de 30 anos na Europa para tratar a neuropatia diabética, pois ajuda a regular o açúcar no sangue previnindo-a. O Ácido lipóico não só protege o Sistema Nervoso, como também pode estar envolvido na regeneração dos nervos. 

A função dos antioxidantes no nosso organismo é a de neutralizar os radicais livres (moléculas instáveis) produzidos diariamente. O seu modo de actuação consiste em ligar-se a essas moléculas instáveis, emparelhando os seus electrões, impedindo que os radicais livres reajam com outras moléculas vitais para a nossa saúde e, consequentemente, prevenindo todas as doenças que estes podem causar (tumores, diabetes, problemas cardiovasculares e mesmo doenças degenerativas). 

Efeitos benéficos em diversas doenças:

Cancro - os radicais livres promovem a actividade de algumas proteínas celulares designadas por "factor kappa-B" (NF-kB) que estão associadas ao aparecimento de certos tipos de cancro. Estudos revelam que o AAL inibe estas proteínas, prevenindo o desenvolvimento de células malignas. 

Neuropatias - os compostos químicos presentes no AAL protegem o tecido cerebral das oxidações das células cerebrais, ajudando a tratar várias doenças neurológicas relacionadas com a idade e não só, como é o caso da doença de Alzheimer e de Parkinson. 

Doenças cardiovasculares - o AAL não só protege as LDL da oxidação como aumenta a eficiência da vitamina E, fundamental na prevenção das oxidações das LDL. Por outro lado, aumenta a oxigenação a nível cardíaco. 

Ingredientes

Outros Ingredientes: Farinha de arroz; Polissacáridos vegetais (cápsula); Sílica e estearato de magnésio (fonte vegetal). 

Composição

Por 1 cápsula:

  • Ácido alfa lipóico - 250 mg


Modo De Utilização
Tomar 1 cápsula por dia a uma refeição. 

Avisos
Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado e equilibrado e de um modo de vida saudável. Manter fora do alcance e visão das crianças. Não exceder as dosagens recomendadas. Manter em local fresco e seco, ao abrigo da luz, calor e humidade. Em caso de gravidez ou amamentação a toma deve ser feita sob indicação médica. Não utilizar em caso de hipersensibilidade, alergia e quando estejam descritas interações de outro produto com qualquer um dos constituintes da formulação. 

Informação adicional

Peso 66.000 g
Dimensões (C x L x A) 5.000 × 11.00 × 5.00 cm

2 avaliações de Alpha lipoic acid 250mg – 60 cápsulas – Now

  1. Elisabete Braz (proprietário verificado)

    Gosto

  2. MARIA VITÓRIA CAMPOS (proprietário verificado)

    Muito bom para os diabetes

Adicionar uma avaliação
Close Menu
×