Detox – 30 ampolas – TomasVit - Nutribio

Detox – 30 ampolas – TomasVit – Nutribio
phone  +351 253 087 021 (Chamada para a rede fixa nacional)AjudaMInha conta

Detox – 30 ampolas – TomasVit

35.90

10% de DESCONTO nas compras acima de 40€ com o cupão ESPECIAL1023 e 15% de DESCONTO nas compras acima de 80€ com o cupão ESPECIAL1523
* Veja as marcas participantes das nossas promoções..

Função Hepática

– Ação hepatoprotetora
– Desintoxicante

CARDO MARIANO
A sua designação em Latim é Silybum marianum L. Planta anual ou hibernante, originária da região mediterrânica, vegeta também na Europa Central, na América e Sul da Austrália, em solos secos. Pertence à família das Asteráceas (Compostas), sendo utilizados os frutos secos. É constituída por silimarina (mistura de 3 flavanolinhanos: silibina, silidianina e silicristina), flavonóides, óleo com uma elevada proporção de ácido linoleico, oleico e palmítico, tocoferol e esteróis. Tem ainda um constituinte amargo, ácidos orgânicos (ácido fumárico), poliinas, proteínas e pequena quantidade de mucilagem. 

Apresenta as seguintes propriedades:
• Ação hepatoprotetora;
• Ação colagoga e colerética;
• Ação regeneradora das células hepáticas;
• Antioxidante;
• Digestivo;
• Tónico estomacal;
• Hemostático;
• Benéfica nos excessos alimentares e alcoólicos. 

BOLDO
A sua designação em Latim é Peumus boldus Molina. Arbusto normalmente de 2 a 3 metros, originário das regiões andinas do Chile com um clima próximo do mediterrânico, em colinas secas e de muito sol. Pertence à família das Monimiáceas, sendo utilizada as folhas. Constituída por alcalóides de núcleo isoquinoleico (boldina), flavonóides, óleo essencial, glúcidos e lípidos. 

Apresenta as seguintes propriedades:
• Ação colagoga;
• Aumento da secreção biliar e ação hepatoprotetora;
• Aumento da secreção gástrica;
• Útil em perturbações digestivas;
• Na disfunção hepática;
• Diurético;
• Na obstipação. 

TARAXACO
A sua designação em Latim é Taraxacum officinale. Planta herbácea vivaz do hemisfério setentrional e aclimatada na América do Sul, em prados, pastos e terrenos baldios. Encontra-se nos lameiros, sítios húmidos, campos cultivados, hortas e jardins. 
Pertence à família das Asteráceas (Compostas). Utilizam-se as raízes e as folhas. As raízes contêm: constituintes amargos, polifenóis (fitosteróis, flavonóides, derivados da apigenina e da luteolina), triterpenos, inulina, mucilagem e sais minerais. As folhas contêm flavonóides, constituintes amargos e sais minerais (em maior quantidade do que na raiz). 

As raízes apresentam as seguintes propriedades:
• Nas alterações do fluxo biliar;
• Estimula a diurese;
• Na perda de apetite;
• Na dispepsia;
• Na obesidade, acompanhada de retenção de líquidos;
• Em todos os estados que beneficiam com a diurese (gota e afeções urinárias). 

As folhas apresentam as seguintes propriedades:
• Na perda de apetite;
• Na dispepsia (enfartamento e flatulência);
• Em todos os estados que beneficiam com a diurese (gota e afeções urinárias). 

ALCACHOFRA
A sua designação em Latim é Cynara scolymus L. Planta herbácea perene, originária do Norte de África. Cultivada em solos ricos e argilosos na região mediterrânica, admitindo-se ser derivado do C. cardunculus L. (cardo-do-coalho), por seleção natural. 
Considerada durante muito tempo uma hortaliça rara, é hoje abundantemente cultivada nas regiões atlânticas. Pertence à família das Asteráceas (Compostas), sendo utilizada as folhas. É constituída por cinaropicrina, cinarina, ácidos aromáticos, flavonóides derivados da luteolina, mucilagem, pectina, inulina, fitosteróis e sais minerais. 

A cinarina (além dos ácidos aromáticos e dos flavonóides) é a principal responsável pelas propriedades da Alcachofra:
• Ação hepatoprotetora;
• Benéfica na icterícia;
• Ação colagoga e colerética;
• Antioxidante;
• Propriedades digestivas;
• Benéfica nos excessos alimentares e alcoólicos. 

PHYLLANTUS
As partes aéreas têm sido amplamente usadas na medicina tradicional do Brasil para o tratamento de vários tipos de doenças, como os distúrbios na bexiga e rins, infeções intestinais, diabetes e infeções pelo vírus da Hepatite B. Na sua composição estão incluídos os compostos benzenóides, como o ácido gálico, corilagina, ácido 4-O-galoilquímico; os flavonoides, como o galocatequina, rutina, quercetina-3-O-glucopiranósido, e taninos, como a filantusina, geranina, amarina, furosina, ácido geraninico, ácido amarinico, elaeocarpusina. 
A geranina e amarina do Phyllantus (quebra-pedra) apresentam atividade protetora contra os danos oxidativos induzidos pelo etanol nas células hepáticas. Estas reduzem o stress oxidativo induzido pelas substâncias hepatotóxicas, inibindo os danos nas biomoléculas e dificultando as vias apoptóticas. 

COLINA
Função Hepática: A Colina contribui para o normal metabolismo dos lípidos e para a manutenção de uma função hepática normal. 

Ingredientes

Água, frutose, Silybum marianum (Cardo Mariano; extrato flido da planta), Peumus boldus (Boldo; extrato fluido das folhas), Cynara scolymus (Alcachofra; extrato fluido das folhas), Taraxacum officinale (Dente de Leão; extrato seco 5: 1 das folhas), colina, Phyllanthus amarus (Phyllanthus; extrato concentrado 5: 1 da planta), conservante: sorbato de potássio, regulador de acidez: ácido cítrico, aroma de laranja. 

Composição

Por 1 ampola (15 ml):

  • Cardo Mariano - 750 mg
  • Boldo - 750 mg
  • Taráxaco - 750 mg
  • Alcachofra - 250 mg
  • Phyllanthus - 150 mg
  • Colina - 82,5 mg


Modo De Utilização
1 ampola ao dia, de preferência antes do pequeno almoço. Pode ser diluída em água ou sumo de frutas. Alternativamente, a ampola poderá ser diluída num litro e meio de água que se vai bebendo durante o dia. 

Avisos
Suplemento Alimentar à base de Plantas. Não deverá exceder a toma diária recomendada. Conservar em local seco, fresco e ao abrigo da luz. Os suplementos alimentares não devem ser utilizados como substitutos de um regime alimentar variado e equilibrado, bem como de um modo de vida saudável. Não tomar em caso de hipersensibilidade a um dos seus componentes. Manter fora do alcance das crianças. Sujeito a depósito, agitar bem antes de tomar. Produto Natural. Pode apresentar ligeiras alterações na sua cor, cheiro e sabor, sem que isto prejudique a sua qualidade. Contém conservante. Contém açúcares (frutose). 
Não utilizar em caso de gravidez. Não deve ser tomado durante o aleitamento, pois podem alterar o sabor do leite materno. 
Não é recomendado em casos de obstrução das vias biliares, em doentes com gastrite, duodenite, úlcera péptica, síndrome do cólon irritável, doenças inflamatórias intestinais e doenças neurológicas acompanhadas de tremores ou convulsões. Não é recomendado em caso de insuficiência renal, tumores mamários estrógeno-dependentes e tratamentos farmacológicos com estrogéneos. Não é recomendável o uso em crianças com idade inferior a seis anos. Devido ao conteúdo de substâncias amargas, proveniente do Dente de Leão, pode causar hiperacidez e azia em pessoas sensíveis. 
Deve desfazar-se a toma do suplemento com os medicamentos, pela estimulação da atividade hepática. Podem ocorrer interações com terapêutica antiagregante plaquetária. Devido à presença de Cardo Mariano, quando administrado conjuntamente com a ioimbina ou com a fentolamina tem efeito antagónico. 

Informação adicional

Peso .000 g
Dimensões (C x L x A) .000 × .00 × .00 cm

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Detox – 30 ampolas – TomasVit”
Close Menu
×