HEPAFORT – 20 ampolas – Dietmed - Nutribio

HEPAFORT – 20 ampolas – Dietmed – Nutribio
phone  +351 253 087 021 (Chamada para a rede fixa nacional)AjudaMInha conta

HEPAFORT – 20 ampolas – Dietmed

(1 avaliação de cliente)

23.78
(iva incluído)

10% de DESCONTO nas compras acima de 50€ com o cupão NUTRI1016 e 15% de DESCONTO nas compras acima de 100€ com o cupão NUTRI1516
* Veja as marcas participantes das nossas promoções..

– Ação Desintoxicante
– Ação Colerética e Colagoga
– Proteção Hepática
– Ação Digestiva
– Limpeza Hepática
– Depuração e Regeneração hepática

INDICAÇÕES DE BOM USO
- Intoxicações hepáticas
- Esteatose hepática
- Insuficiência hepato-biliar
- Discinésia biliar
- Hepatites
- Cirroses
- Colestase

FUNÇÃO HEPÁTICA
A Colina contribui para o normal metabolismo dos lípidos e para a manutenção de uma função hepática normal. 

ANTIOXIDANTE
A Vitamina C contribui para o normal metabolismo produtor de energia, para a proteção das células contra as oxidações indesejáveis, para a redução do cansaço e da fadiga e para o normal funcionamento do sistema imunitário. 

O fígado é capaz de desintoxicar, eliminar, armazenar e sintetizar inúmeras substâncias químicas a partir de nutrientes provenientes da dieta, mas também da respiração ou da pele. Uma vez que a adoção de uma alimentação variada e equilibrada nem sempre é fácil de manter, aliada a uma vida stressante e cheia de agentes intoxicantes (poluição atmosférica, pesticidas, álcool, drogas, etc. ), é importante utilizar Suplementos Alimentares ou Produtos à Base de Plantas que tenham uma ação protetora hepática. 

Hepafort, 100% natural, constitui uma mais-valia para o fígado e vesícula biliar, de modo que estes desempenhem os respetivos papéis no organismo, nomeadamente na depuração e regeneração hepática, trabalhando convenientemente. 

Hepafort constitui um suplemento alimentar à base de fitonutrientes e nutrientes com as seguintes funções:

Boldo
Pertence à família das Monimiáceas, é constituído por alcalóides de núcleo isoquinoleico (boldina), flavonóides, óleo essencial, glúcidos e lípidos. Possui um conjunto de propriedades, desde ação colagoga, aumento da secreção biliar e acção hepatoprotetora; aumento da secreção gástrica. 

Desmodium
O Desmodium tem um efeito hepatoprotetor, normaliza os valores analíticos e a função hepática. Este produto também é uma grande ajuda no combate à Hepatite do tipo A, não atua diretamente sobre o vírus, mas ajuda a proteger as células hepáticas (hepatócitos). Atua na Fase II da metabolização hepática. Além disso, os estudos têm demonstrado uma capacidade em reduzir a produção de lípidos altamente inflamatórios e complexos. 

Cardo Mariano
É constituída por silimarina (mistura de 3 flavanolinhanos: silibina, silidianina e silicristina), flavonóides, óleo com uma elevada proporção de ácido linoleico, oleico e palmítico, tocoferol e esteróis. Tem ainda um constituinte amargo, ácidos orgânicos (ácido fumárico), poliinas, proteínas e mucilagem. Tem acção hepatoprotetora, colagoga, colerética e regeneradora das células hepáticas. 

Dente de Leão
As suas raízes contêm: constituintes amargos, polifenóis (fitosteróis, flavonóides, derivados da apigenina e da luteolina), triterpenos, inulina, mucilagem e sais minerais. As folhas contêm flavonóides, constituintes amargos e sais minerais (em maior quantidade do que na raiz). Tem indicação nas alterações do fluxo biliar, estimula a diurese e é útil na dispepsia. 

Alecrim
Utilizam-se as folhas e o óleo essencial. O óleo essencial é constituído de alfa-pineno, cânfora e eucaliptol. Possui ainda flavonóides, ácidos polifenólicos e derivados do ácido cafeico (ácido rosmarínico), taninos, constituintes amargos do tipo lactonas diterpénicas, ácidos triterpénicos e álcoois triterpénicos. Tem atividade colerética, colagoga, antiespasmódica e hepatoprotetora. 

Rábano Negro
É uma planta anual muito cultivada em Portugal. Pertence à família das Brassicáceas, sendo utilizada a raiz. Esta é constituída por heterósidos sulforados, óleo essencial, glícidos, aminoácidos, antocianósidos e vitaminas. Beneficia a digestão, favorece a secreção biliar, tem atividade colerética, colagoga e hepática. 

Phyllantus (Phyllanthus amarus)
A geranina e amarina do Phyllantus (quebra-pedra) apresentam actividade protetora contra os danos oxidativos induzidos pelo etanol nas células hepáticas. Estas reduzem o stress oxidativo induzido pelas substâncias hepatotóxicas, inibindo os danos nas biomoléculas e dificultando as vias apoptóticas. 

Colina
A função principal da colina em humanos é a síntese de fosfatidilcolina, o principal fosfolípido nas membranas. A colina também é oxidada a betaína nos rins e fígado, onde funciona como um importante dador de metilos no ciclo da metionina. Os défices em colina pela dieta causam o aparecimento de um fígado gordo e outros danos hepáticos. 

Ingredientes

Água, Peumus boldus (Boldo; extrato fluido das folhas), Silybum marianum (Cardo Mariano; extrato fluido da planta), Raphanus sativus L. var niger (Rábano Negro; extrato fluido da raiz), Taraxacum officinale (Dente de Leão; extrato seco 5: 1 das folhas), Desmodium adscendens (Desmodium; extrato seco 5: 1 das folhas), colina, ácido L-ascórbico, regulador de acidez: ácido cítrico, aroma de frutas do bosque, aroma natural (bitter blocker), conservante: sorbato de potássio, Phyllantus amarus (Phyllantus; extrato concentrado 12: 1 da planta), Rosmarinus officinalis (Alecrim; extrato concentrado 12: 1 das flores e folhas), aroma de açúcar, edulcorante: sucralose. 

Composição

Por 1 ampola:

  • Boldo - 1000 mg
  • Cardo Mariano - 1000 mg
  • Dente de Leão 500 mg
  • Desmodium - 500 mg
  • Rábano Negro - 500 mg
  • Phyllantus - 300 mg
  • Alecrim - 25 mg
  • Colina - 82,5 mg
  • Vitamina C - 80 mg (100% VRN)


Modo De Utilização
Tomar 1 ampola ao dia, de preferência antes do pequeno-almoço. Pode ser diluída em água ou sumo de frutas. Alternativamente, a ampola poderá ser diluída num litro e meio de água que se vai bebendo durante o dia. 

Avisos
Devido à presença de Alecrim, não deve ser usado na gravidez. No aleitamento, só após conselho de um técnico de saúde. 
Não é recomendado em casos de obstrução das vias biliares. O Cardo Mariano está contraindicado em indivíduos com hipersensibilidade às espécies Asteraceae. 
Podem ocorrer interações com terapêutica antiagregante plaquetária. Devido à presença de Cardo Mariano, quando administrado conjuntamente com a ioimbina ou com a fentolamina tem efeito antagónico. Não é recomendável o uso em crianças com idade inferior a seis anos. 

Informação adicional

Peso 456.000 g
Dimensões (C x L x A) 19.000 × 4.50 × 12.50 cm

1 avaliação de HEPAFORT – 20 ampolas – Dietmed

  1. Helena Rua (proprietário verificado)

    Adorei

Adicionar uma avaliação
Close Menu
×